6 de set de 2012
0 comentários

Jornalismo colaborativo com Instagram: como ilustrar histórias com fotos do seu público


instagram-jornalismo 

O Instagram tem se estabelecido como ferramenta de marketing para muitas empresas. Estima-se que 40% das maiores marcas do mundo usam o serviço. Baseado nessa relevante presença corporativa na rede social, refleti sobre as possíveis apropriações do Instagram pelo jornalismo, e hoje me deparei com um bom exemplo: o Jornal Zero Hora, do Rio Grande do Sul.

O noticiário, cujo perfil se chama @zerohorarbs utiliza o Instagram num modelo colaborativo que prioriza a aproximação com os públicos (interno e externo) do jornal, e não necessariamente a (re)produção de conteúdo jornalístico. Atualmente o Zero Hora trabalha dois projetos na rede móvel: o Instagramers ZH (#instasgramerZH) e o Missão ZH (#missaoZH).

O primeiro consiste num revezamento de profissionais da equipe do jornal no comando do perfil @zerohorarbs no Instagram. A cada semana, um colaborador assume a conta, registrando imagens de acordo com seu olhar, trazendo fotos de bastidores, histórias, etc. Esse modelo, além de reforçar o aspecto colaborativo presente nas mídias sociais, confere ao perfil do jornal um tom de singularidade muito grande, afinal, sempre há um fotógrafo diferente, uma pessoa, de fato, por trás da marca.

- Veja também: Jornalismo cidadão no smartphone?

Nesta semana, a escolhida para publicar no perfil é a jornalista Marcela Duarte (@petitemarcela). A editora online costuma ir trabalhar de bicicleta, ponto que tem sido marcante nas imagens publicadas por Marcela, que além de expressar de maneira humana a rotina do ZH, fortalece os laços do jornal, por exemplo, com a comunidade de ciclistas leitores do Zero Hora.

O projeto Missão ZH convoca a comunidade de “instagramers” (usuários da rede social) locais a enviar fotos de acordo com um tema escolhido pelo jornal. Toda semana há um tema novo, que os participantes podem ilustrar e enviar ao jornal marcando uma hashtag específica, tudo através do Instagram. As imagens selecionadas pelo noticiário são publicadas nos veículos do grupo RBS, responsável pelo Zero Hora.

Como a própria equipe do jornal reforça em uma publicação em seu site, a ideia que resultou na criação desses dois projetos não é uma exclusividade do Jornal Zero Hora. Diversos veículos pelo Brasil e mundo afora utilizam o Instagram de maneira semelhante. Mas de qualquer maneira, é um ótimo formato para trabalhar a imagem do jornal através do Instagram.

O advento das mídias sociais na internet tem muito a acrescentar ao jornalismo. Basta pensar diferente, experimentar novas fórmulas e aceitar o poder que o público tem, deixando de enxergá-lo como concorrente do jornalismo para definitivamente transformá-lo em seu aliado.

- Veja também:  Jornalismo, Twitter e Storify: dicas para cobertura “social” de um evento


Sobre o Autor:
Guilherme Ludwig é o criador da Coluna Digital. Jornalista, encara a profissão como um estilo de vida. Seu objetivo é trabalhar com jornalismo digital focado na área de Tecnologia. Google+ - Twitter - Facebook - Site

0 comentários :

Postar um comentário

 
Toggle Footer
Top